Aeroporto Internacional de Belo Horizonte reorganiza a estrutura e processos de manutenA�A?o atravA�s dos serviA�os da Astrein

LOGO-BH-AIRPORT1

ConcessionA?ria BH Airport ganhou destaque da ANAC pelos resultados estratA�gicos obtidos.

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, localizado no municA�pio de Confins, Minas Gerais, e que em 2014 recebeu mais de 10 milhA�es de passageiros, passou por processo de concessA?o pelo poder pA?blico federal e possui uma nova administradora, a BH-AIRPORT, que contratou os serviA�os de engenharia da Astrein para reorganizar a estrutura e os processos da A?rea de manutenA�A?o da empresa, juntamente com a implantaA�A?o do novo sistema de gestA?o de manutenA�A?o de ativos, o SAP-PM.

Os serviA�os contemplaram a definiA�A?o da organizaA�A?o estratA�gica da ManutenA�A?o de acordo com os seus sistemas atuantes, criaA�A?o da Engenharia de ManutenA�A?o, acompanhamento da transiA�A?o da gestA?o de ManutenA�A?o do aeroporto, sem interrupA�A?o dos serviA�os, dentre outras atividades.

O novo sistema informatizado (SAP-PM) trouxe uma melhoria na gestA?o da manutenA�A?o e dos ativos possibilitando uma maior integraA�A?o entre a ManutenA�A?o e os demais sistemas que gerenciam os recursos essenciais A� boa manutenA�A?o, como MA?o de Obra, Suprimentos e DocumentaA�A?o TA�cnica. a�?JA? estamos conseguindo criar indicadores estratA�gicos e tA?ticos para aumentar a eficiA?ncia dos processos de MRO graA�as aos dados dos ativos carregados, indicadores que ganharam, inclusive, destaque na A?ltima avaliaA�A?o da ANAC devido A� precisA?o e confiabilidade das informaA�A�es. Todos os processos de manutenA�A?o do aeroporto sA?o registrados no sistema, sendo que estes dados, apA?s tratados, sA?o utilizados para tomar as decisA�es estratA�gicas para o funcionamento seguro do aeroporto”, afirma Bernardo Galuppo Fonseca, coordenador da Engenharia da ManutenA�A?o.

ReestruturaA�A?o de estratA�gias

A�Foi criado um novo departamento especA�fico de Engenharia da ManutenA�A?o, responsA?vel por fazer anA?lise de falhas, apoio a gestA?o dos contratos, estudos tA�cnicos, anA?lise de indicadores, relatA?rios gerenciais, alA�m de dar apoio as outras unidades. AlA�m disso, a gestA?o do Almoxarifado tA�cnico passou A� gestA?o da ManutenA�A?o, possibilitando, dentre outros benefA�cios, maior eficiA?ncia na execuA�A?o dos serviA�os, atravA�s, por exemplo, da reduA�A?o do tempo de resposta para as manutenA�A�es corretivas.

Segundo Fonseca, ao longo dos A?ltimos anos, o Aeroporto Internacional de BH vem passando por diversas reformas e melhorias. a�?Isso demanda uma forma inovadora para gestA?o dos ativos do aeroporto, incluindo instalaA�A�es e ativos como banheiros, elevadores, eletricidade, sinalizaA�A?o, hidrA?ulica, escadas rolantes, bebedouros, esteiras, ar condicionado, pontes de embarque, balizamento de pista de pouso, pA?tio de aeronaves, etc. E a parceria com a Astrein foi importante durante todo o processo, que em conjunto com as equipes envolvidas, contribuA�ram para alcanA�ar os bons resultados que estamos tendo hojea�?, finaliza Bernardo Fonseca.