Gastos de TI com tecnologias móveis devem aumentar mais de 50% nos próximos 2 anos

Phones_and_voip_business_jargon_explained_crop

Um estudo recente revela que à medida que as organizações aderirem à mobilidade, deve aumentar também o índice de desenvolvimento, implementação e despesas para comportar aplicativos e dispositivos móveis nos próximos anos. Realizada pela CIO Strategic Marketing Services e pela Triangle Publishing Services, patrocinada pela Oracle, a pesquisa entrevistou 414 executivos de TI de vários países, incluindo CIOs, CTOs, vice-presidentes de nível sênior e pleno, diretores ou gerentes de TI e outros profissionais da área.

O levantamento mostra que hoje as áreas de TI registram um gasto médio de US$ 157 por dispositivo, por funcionário. A expectativa é que esse custo atinja US$ 242 nos próximos dois anos — um aumento de 54%.

A segurança continua sendo a principal preocupação na hora de adotar o modelo BYOD (bring your own device, ou traga seu próprio dispositivo). Entre os entrevistados, 93% citaram a perda de dados e outras brechas de segurança relacionadas a dispositivos móveis, sendo o BYOD um elemento-chave dessa preocupação.

Outra constatação é que as organizações estão recorrendo mais à gestão centralizada, em vez de deixar a segurança por conta dos usuários. Segundo a pesquisa, nos próximos dois anos, as empresas estarão mais focadas na criptografia de dados de dispositivos (10% a mais do que atualmente), na centralização das atualizações e solução de falhas (11% mais), na limpeza remota dos dados (11% mais) e no bloqueio de recursos (18% mais).

A pesquisa mostra, ainda, que embora 29% do tempo de desenvolvimento de TI seja dedicado aos aplicativos móveis de front end, mais de 70% do tempo é gasto na integração, segurança, testes de garantia de qualidade e trabalho de design.

De acordo com o estudo, 35% das empresas de médio e grande porte atualizam o portfólio de aplicativos mensalmente, enquanto outros 34% o atualizam a cada trimestre. Mais de 82% dos entrevistados esperam que esses índices aumentem nos próximos dois anos. Os entrevistados indicaram que uma parcela correspondente a 44% do seu portfólio de aplicativos é desenvolvida internamente.

Hoje, as áreas de TI registram um gasto médio de US$ 157 por dispositivo, por funcionário. A expectativa é que esse custo atinja US$ 242 nos próximos dois anos — um aumento de 54%.

Para 75% dos participantes da pesquisa, a nuvem (nuvem híbrida) é “relativamente importante” ou “muito importante” para a implementação de aplicativos móveis. As tecnologias de cloud computing incluem PaaS (plataforma como serviço) e uma plataforma de aplicativos empresariais móveis com base na nuvem.

Segundo 84% dos entrevistados, vendas e marketing, bem como os clientes, são os stakeholders de maior influência nos aplicativos móveis hoje em dia, seguidos pela área de TI, como apontam 82% dos participantes.

Fonte: TI Inside
Link:http://convergecom.com.br/tiinside/05/08/2014/gastos-de-ti-com-tecnologias-moveis-devem-aumentar-mais-de-50-nos-proximos-dois-anos/#.VA79pvldV1Z