ManutenA�A?o, algo que todos precisamos


manutt

Na vida, logo ao nascermos, jA? necessitamos de “manutenA�A?o”, atravA�s de vacinas, remA�dios, etc.

Assim como no nosso caso, tambA�m os EdifA�cios necessitam de manutenA�A?o constante, desde sua entrega inicial, que em princA�pio fica com a Construtora/Incorporadora (prazo de garantia).

As condiA�A�es de poluiA�A?o, movimentaA�A�es do solo ou das diferenA�as de temperaturas, desgastes, mecA?nicas etc. sA?o alguns dos fatores que originam a necessA?rias manutenA�A�es.

JA? as reformas sA?o necessA?rias para adequar o edifA�cio a novas situaA�A�es, como exemplo, podemos citar as instalaA�A�es elA�tricas que nos edifA�cios antigos nA?o foram projetadas para a enxurrada de eletrodomA�sticos e eletrA?nicos que se usa na atualidade.

Didaticamente podemos falar em ManutenA�A?o Corretiva (que A� de rotina) mais a Preventiva, que, se a deterioraA�A?o do edifA�cio, mantendo elevado seu valor patrimonial, bem como a seguranA�a e o conforto desejado pelos seus usuA?rios/moradores.

Esse trabalho, ao contrA?rio do que costuma ser feito, deve ter um acompanhamento profissional, pois o amadorismo leva a erros grosseiros. Em geral, ao se contratar o faz tudo, este acaba quebrando o galho e nA?o resolvendo o problema em definitivo. NA?o raro, leva a problemas mais sA�rios e a gastos desnecessA?rios.

O gerenciamento da manutenA�A?o deve, portanto, ser realizado por profissionais especializados.

Quanto a se optar por equipe prA?pria ou contratada, isso dependerA? do tamanho do edifA�cio e do treinamento e capacitaA�A?o dos funcionA?rios. E, em geral, tambA�m da dificuldade de gerenciar a equipe prA?pria, pois os problemas apresentados sA?o vA?rios e esse grupo de funcionA?rios nem sempre A� hA?bil para todos eles.

Com terceiros, alA�m da qualificaA�A?o para aquelas necessidades, que deve ser colocada com objetividade e profissionalismo para as contrataA�A�es, tambA�m o valor da oferta representa um dos itens importantes de decisA?o, mas nA?o o A?nico, como em geral A� feito.

Em suma, na hora da manutenA�A?o, seja a corretiva ou preventiva, deve-se evitar executar:

1. Sem planejamento fA�sico-financeiro;

2. Sem conhecimento das normas e tA�cnicas;

3. Sem conhecimento real do problema;

As diversas partes do edifA�cio a receberem manutenA�A?o regular podem ser definidas por:

1. Corpo do edifA�cio: estrutura, fundaA�A�es, pintura, paredes de fechamento etc.

2. A?reas externas: acessos, jardins, vedaA�A?o (muros ou gradis) etc.

3. InstalaA�A�es: elA�tricas, hidrA?ulicas.

4. Equipamentos especiais: automaA�A?o, seguranA�a, comunicativa, automaA�A?o etc.

5. MobiliA?rio: de piscina, salA?o de festas, hall etc.

NA?o raro, em minhas visitas a condomA�nios, me defronto com a falta de documentos, principalmente de projetos tA�cnicos como: fundaA�A?o, estrutural, elA�trica, hidrA?ulica, telefonia etc. Isso se deve as mudanA�as de administradoras e sA�ndicos e A� falta de orientaA�A?o quanto A� necessidade de arquivar a memA?ria da vida do edifA�cio. Comumente, nA?o se projeta um espaA�o de arquivo fA�sico para tanto.

Fonte: FA?rum da ConstruA�A?o
Link:A�http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=33&Cod=1504