Qualidade na construA�A?o civil

capacete

A qualidade A� um conceito subjetivo que estA? relacionado diretamente A� percepA�A?o de cada pessoa, influenciada por diversos fatores, como cultura, modo de pensar, tipo de produto ou serviA�o prestado. As necessidades e expectativas tambA�m influenciam diretamente nessa definiA�A?o. De uma forma ou de outra, podemos afirmar que a satisfaA�A?o do cliente A� uma condiA�A?o primordial de qualquer organizaA�A?o, para que a empresa sobreviva e desenvolva-se em um ambiente competitivo e de rA?pidas mudanA�as.

A ConfederaA�A?o Nacional da IndA?stria (CNI) apresenta periodicamente dados que demonstram o constante crescimento do segmento de ConstruA�A?o Civil, revelando um mercado extremamente competitivo e essencial A� estruturaA�A?o da infraestrutura, peA�a chave no suporte ao desenvolvimento do nosso paA�s.
Com a estabilizaA�A?o econA?mica e o aumento da competitividade gerada pela globalizaA�A?o, tornou-se visA�vel um problema que atA� entA?o se escondia: o nA�vel de qualidade e de produtividade na ConstruA�A?o Civil.

Nisso jA? pensam tambA�m, com grande preocupaA�A?o, as grandes empresas da indA?stria da ConstruA�A?o Civil que sentem de perto essas dificuldades e gargalos, entre elas, tambA�m a falta de qualificaA�A?o de profissionais. NA?o A� preciso mencionar o papel estratA�gico desse segmento para o desenvolvimento econA?mico do paA�s.

Para atender a todas essas questA�es e como forma de melhorar a qualidade e a competitividade na ConstruA�A?o Civil, o Governo Federal instituiu, em 1998, o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQP-H), que busca ampliar o acesso A� moradia de qualidade para a populaA�A?o de menor renda, por meio da elevaA�A?o dos patamares de qualidade e produtividade da indA?stria da ConstruA�A?o Civil, com o uso de procedimentos ambientais, sociais e economicamente sustentA?veis. O programa conta com a chancela do Governo Federal e com a organizaA�A?o do MinistA�rio das Cidades, que regula o segmento da ConstruA�A?o Civil em torno de duas questA�es principais: a melhoria da qualidade do habitat e a modernizaA�A?o produtiva.

Esse processo traz muitos benefA�cios para empresas, setor pA?blico, revendas e consumidor. Para as corporaA�A�es, revela grandes oportunidades no aumento da sua competitividade, a reduA�A?o de desperdA�cios, uma melhor formaA�A?o dos profissionais, acesso a projetos e relatA?rios; materiais de melhor qualidade e adequaA�A?o A�s normas tA�cnicas. Por outro lado, as empresas tA?m a oportunidade, tambA�m, de se ajustarem ao CA?digo de Defesa do Consumidor, evitando tanto algumas penalidades previstas quanto o lanA�amento no mercado de produtos que nA?o atendam A�s normas brasileiras.

Para o setor pA?blico A� uma oportunidade para utilizar o seu poder de compra como forma de selecionar os fornecedores que produzem com maior qualidade, otimizando os recursos disponA�veis e solicitando no processo licitatA?rio os atestados de qualificaA�A?o.

A utilizaA�A?o de produtos fora das normas tA�cnicas pode causar prejuA�zos como vazamentos, infiltraA�A�es e contaminaA�A?o do solo. O ideal seria que estes materiais nA?o chegassem A�s revendas, que nA?o atingem nem mesmo uma maior lucratividade pela comercializaA�A?o irregular e faz com que consumidor possa se indispor com o estabelecimento e nA?o voltar ao local para fazer uma nova compra.

Para se ter ideia da forA�a e importA?ncia do PBQP-H, o projeto a�?Minha Casa Minha Vidaa�? utiliza apenas produtos de empresas aprovadas em suas obras.

AlA�m disso, os relatA?rios gerados no PBQP-H sA?o ferramentas essenciais para auxiliar tanto o consumidor que quer construir ou reformar quanto as revendas (assim como os fabricantes, as lojas de materiais de construA�A?o tambA�m tA?m responsabilidade jurA�dica pelo produto comercializado).

O PBQP-H tem como meta nacional de mobilizaA�A?o elevar e manter em 90% o percentual mA�dio de conformidade com as normas tA�cnicas dos produtos que compA�em a cesta de materiais de construA�A?o. Isto significa garantir a qualidade na obra em construA�A?o, economia de dinheiro e maior produtividade no setor.

O Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat gera relatA?rios setoriais a cada trimestre. O acompanhamento do desempenho, bem como a evoluA�A?o de produtos e fabricantes pode contribuir para melhorar efetivamente a qualidade do segmento, onde sai ganhando a sociedade com um todo, consumidor, indA?strias, o Brasil.

Fazer uma compra planejada com pesquisa prA�via, por exemplo, no site da Asfamas ou no do MinistA�rio das Cidades, pode esclarecer as principais questA�es sobre os fabricantes e seus produtos para adquirir materiais com qualidade e seguranA�a. Sabemos que isso nA?o faz parte da cultura do brasileiro, mas trata-se de uma grande oportunidade para comeA�armos a nos adaptar.

Fonte: FA?rum da ConstruA�A?o
Link:A�http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=33&Cod=793