O papel da tecnologia na evoluA�A?o da manutenA�A?o industrial

A partir da dA�cada de 1980 o Brasil passou a ser fortemente influenciadopor modelos administrativos de outros paA�ses, inclusive na A?rea de manutenA�A?o, na qual figuravam modelos como ManutenA�A?o Produtiva Total e ManutenA�A?o Centrada na Confiabilidade.Os dois modelos incentivavam o investimento em programas de manutenA�A?o preventiva e preditiva, alA�m de estudar detalhadamente equipamentos e instalaA�A�es, a fim de identificar as funA�A�es dos equipamentos, falhas funcionais, causas, efeitos e importA?ncias. Nos A?ltimos anos o mercado de manutenA�A?o continuou a mudar intensamente, especialmente
no que diz respeito a conscientizaA�A?o e a responsabilidade das empresas em relaA�A?o a A?rea. A importA?ncia da manutenA�A?o estA? cada vez mais reconhecida por seu impacto direto na reduA�A?o dos acidentes, na reduA�A?odo consumo de energia e no aumento da produtividade dos equipamentos, por exemplo. Para lidar com o alto grau de envolvimento da manutenA�A?o com os setores de operaA�A?o, seguranA�a, qualidade e meio ambiente, e em funA�A?o do impacto que as aA�A�es de manutenA�A?o podemprovocar, as empresas passaram a adotar novas prA?ticas e a trazer novas tecnologias para auxiliar o
trabalho das equipes.Hoje em dia hA? uma disseminaA�A?o muito maior dos mA�todos de inspeA�A?o que permitem predizer o momento mais adequado para se fazer a manutenA�A?o preventiva, aumentando o intervalo entre as prevenA�A�es e reduzindo custos. AlA�m disso, o uso de softwares passou a ser obrigatA?rio nos departamentos de manutenA�A?o para fazer frente ao manuseio de grande quantidade de informaA�A?o por equipes cada vez mais reduzidas.O software atualmente A� o principal ponto de apoio do profissional de
manutenA�A?o para registrar ocorrA?ncias, medir tempos, produzir dados estatA�sticos, consultar histA?ricos e fichas tA�cnicas, e para garantir a execuA�A?o da manutenA�A?o rotineira.O uso dessas tecnologias mudou drasticamente o dia a dia das equipes de manutenA�A?o. A� possA�vel fazer o serviA�o muito mais rA?pido quando se tem informaA�A?o em mA?os. O rA?pido acesso aos dados tA�cnicos dos equipamentos, incluindo a lista de peA�as sobressalentes, possibilitou a reduA�A?o do tempo necessA?rio para execuA�A?o dos serviA�os.
A partir das anA?lises histA?ricas das falhas e do tratamento matemA?tico dado aos resultados das inspeA�A�es preditivas, foi possA�vel tambA�m ampliar os intervalos entre as manutenA�A�es preventivas. No entanto, muitas mudanA�as ainda estA?o por vir.
Nos prA?ximos anos veremos um uso intensivo de dispositivos mA?veis como smartphones, tablets e coletores de dados, assim como o uso mais intenso de sistema de automaA�A?o industrial, propiciando maior velocidade no acesso a informaA�A?o dentro da A?rea de manutenA�A?o.As empresas devem se preparar para o futuro. A� fundamental planejar investimentos em novos softwares ou na melhoria do software atual, visando extrair da tecnologia tudo que ela pode proporcionar.

Marcelo A?vila Fernandes a�� Diretor-presidente da Astrein

Fonte:A�http://www.jornalempresasenegocios.com.br/tecnologia.html