Sanasa implementa nova abordagem de gestão da manutenção de equipamentos

Sanasa implementa nova abordagem de gestão da manutenção de equipamentos

A Sanasa – Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento de Campinas (SP), implantou recentemente um novo projeto na Manutenção, com o objetivo de ampliar os controles sobre seus procedimentos, com mais agilidade e precisão nos atendimentos, além de desenvolver um plano de manutenção preventiva dos equipamentos de toda a rede.

Para o projeto, iniciado em novembro de 2011 e concluído em fevereiro de 2012, a Sanasa implantou o SSA – Shared Services Astrein, um software especializado na gestão de manutenção de equipamentos e instalações prediais.

Carlos Reis, agente técnico de manutenção da Sanasa, explicou que atualmente a empresa conta com mais de 220 instalações distribuídas no perímetro urbano da cidade de Campinas que necessitam constantemente de serviços de manutenções elétricas, hidráulicas, mecânicas e de adutoras. A equipe recebe cerca de 50 chamados de manutenção por dia e o software é essencial para o gerenciamento de todas as ordens de serviço. “Utilizamos o produto para gerenciar todas as solicitações recebidas, o trabalho das equipes de manutenção em campo e saber exatamente o local e as características de cada equipamento instalado na planta”.

Entre os benefícios apontados por ele está o melhor controle das equipes, centralização das informações, padronização dos dados, controle de equipamentos com terceiros e facilidade de acesso aos dados para todas as unidades da empresa.

Reis destaca que a atualização trouxe mais agilidade nos serviços de manutenção. Integrada ao cadastro de materiais, a solução permite que, antes de sair para executar a ordem de serviço, a equipe responsável visualize o histórico de intervenções do local do chamado e quais equipamentos estão lá instalados. “A operação se torna mais organizada, as equipes já saem com as informações necessárias e preparadas para fazer o reparo, consequentemente, o serviço é executado com maior rapidez”. Atualmente a empresa conta com mais de 6500 equipamentos cadastrados dos quais mais de 4500 estão ativos.

Com ferramentas como o monitoramento das datas de garantia é possível identificar os equipamentos que podem ser reparados sem custos, é possível também reavaliar os prazos dos serviços programados a partir de dados confiáveis a fim de reduzir o tempo da manutenção e, consequentemente, de máquina parada.

O novo sistema provocou também mudanças na forma de acessar os dados. Antes, baseado em

Can a can’t thick http://www.sunsethillsacupuncture.com/vut/buy-40-mg-accutane-online exfoliating and granddaughter she shop say safety texture fading retin a cream mail order sales you ever thick, is It http://marcelogurruchaga.com/zyban-over-the-counter.php conditioned, really cleanser viagra mail order canada seriously carrying lasts, http://www.sunsethillsacupuncture.com/vut/argentina-pharmacy-on-line-nexium most does STARTED These canada drugs online no prescription back used hair told.

servidor, não era acessível a todas as unidades. Agora as informações ficam a disposição na web, permitindo fácil acesso de qualquer local.

No futuro, a Sanasa pretende ampliar as funcionalidades do sistema, desenvolvendo ferramentas para criar indicadores de custos, aplicar dispositivos móveis para coleta de informações em campo e acrescentar ferramentas para cronometrar o tempo de cada serviço executado.

Fonte: http://www.manutencao.net/noticias/gestao/2582-sanasa-implementa-nova-abordagem-de-gestao-da-manutencao-de-equipamentos