Odebrecht implanta central de cadastros mestres com tecnologia Astrein (Secao especial/pag:43)

A Construtora Odebrecht a�� uma das maiores do mundo, pertencente ao Grupo Odebrecht, que fatura cerca de R$ 40 bilhA�es a�� implantou um projeto de centralizaA�A?o e padronizaA�A?o de seus cadastros de materiais, serviA�os e fornecedores com tecnologia da Astrein – empresa que oferece soluA�A�es voltadas A� gestA?o de processos nas A?reas de Suprimentos, Financeiro, RH, TI e Facilities.


A Construtora Odebrecht a�� uma das maiores do mundo, pertencente ao Grupo Odebrecht, que fatura cerca de R$ 40 bilhA�es a�� implantou um projeto de centralizaA�A?o e padronizaA�A?o de seus cadastros de materiais, serviA�os e fornecedores com tecnologia da Astrein – empresa que oferece soluA�A�es voltadas A� gestA?o de processos nas A?reas de Suprimentos, Financeiro, RH, TI e Facilities.


O projeto teve inicio em 2008 com a aquisiA�A?o de licenciamento do software da Astrein para estruturaA�A?o de central de cadastro e ganhou continuidade com projetos de padronizaA�A?o dos itens. Com mais de 500 mil itens cadastrados, e centenas de obras espalhadas pelo mundo, tornou-se necessA?rio criar uma central e aprimorar o gerenciamento de todo o cadastro.


Rachid Rodrigues, coordenador da central de cadastros e materiais da Odebrecht, conta que diante da grandeza do projeto foi necessA?rio repensar todos os procedimentos. a�?AlA�m de centralizar os cadastros
jA? existentes em diferentes unidades do grupo, tivemos que desenvolver um padrA?o para catalogar
todos os itens com informaA�A�es tA�cnicas e comerciais. O maior desafio, no entanto, foi mudar a cultura dos usuA?riosa�?.


Com a implementaA�A?o do cadastro em paA�ses da AmA�rica Latina como PanamA?, ColA?mbia e Argentina, houve tambA�m a necessidade de incluir a traduA�A?o de todos os itens, em inglA?s e espanhol.
Para redesenhar a central de cadastros, uma equipe tA�cnica foi escolhida para aplicar conceitos e desenvolver as regras para descriA�A?o dos materiais, divididos em dois grupos: padronizados e genA�ricos.


Atualmente os itens padronizados somam 30% do total, enquanto os genA�ricos representam 70%. Nos itens padronizados os formulA?rios de PDMs (PadrA�es Descritivos de Materiais) sA?o criados com as especificaA�A�es tA�cnicas e comerciais, que impedem a multiplicidade indevida de itens, para que nA?o haja dA?vidas na interpretaA�A?o de dados e, consequentemente, erros nas compras.


Para a criaA�A?o de um novo item o usuA?rio solicita o material no sistema, a informaA�A?o passa pela avaliaA�A?o da equipe de cadastros, se o item ainda nA?o existir A� criado obedecendo aos critA�rios do PDM com a descriA�A?o tA�cnica e a traduA�A?o, o novo item A� direcionado para uma categoria prA�-determinada e recebe o cA?digo NCM (Nomenclatura Comum no Mercosul).


ApA?s todo este processo as informaA�A�es ainda sA?o aprovadas por um gestor, antes da inserA�A?o no cadastro.
O objetivo da equipe atualmente A� aumentar a conscientizaA�A?o dos usuA?rios quanto a necessidade desse procedimento para entA?o ampliar o investimento da empresa neste setor e, assim, alcanA�ar 98% de itens padronizados. a�?O processo A� contA�nuo e demorado, nos prA?ximos dois anos queremos atingir 60% de dados padronizadosa�?,
explica.


Rachid destaca que o cadastro deve ter importA?ncia estratA�gica na empresa. Considerando que o volume de compras mA�dio das empresas representa aproximadamente 40% do faturamento, iniciativas como estabelecimento de contratos de fornecimento, compras centralizadas podem gerar de 3 a 7% de reduA�A?o dos custos, quantia que representa economia de milhA�es de reais para a empresa. Ele acredita que a central de cadastros tem potencial para se tornar uma unidade de negA?cio independente da A?rea de TI. a�?Esta iniciativa representa o primeiro passo para criaA�A?o de uma Central de Compras permitindo reduzir custo de aquisiA�A?o e garantindo a qualidade de entrega dos itens compradosa�?, finaliza.


Sobre a Odebrecht


Fundada em 1944, a OrganizaA�A?o Odebrecht atua em negA?cios diversificados, nas A?reas de Engenharia e ConstruA�A?o, de QuA�mica e PetroquA�mica e de AA�A?car e Etanol. Contam com o apoio de instituiA�A�es auxiliares em seguros e garantias e em previdA?ncia privada.


Com atuaA�A?o em paA�ses da AmA�rica do Sul, AmA�rica Central, AmA�rica do Norte, A?frica, Europa e Oriente MA�dio, desenvolvem aA�A�es sociais e culturais nas comunidades em que estA?o presentes. A atuaA�A?o de cada um deles tem como referA?ncia uma filosofia empresarial prA?pria, nascida e aprimorada na prA?tica:
Tecnologia Empresarial Odebrecht. Entre os princA�pios fundamentais dessa filosofia estA?o a confianA�a nas pessoas, a satisfaA�A?o dos Clientes, a descentralizaA�A?o, a parceria entre os Integrantes, o retorno dos Acionistas e o reinvestimento
dos resultados.


Sobre a Astrein


Com sede em SA?o Paulo e mais de 20 anos de experiA?ncia, a Astrein atua no desenvolvimento de software, treinamento e serviA�os nas A?reas de centrais de cadastro, gestA?o de ativos, gestA?o de facilities.


A empresa oferece a plataforma Shared Services Astrein (SSA), que tem como objetivo reunir, em uma soluA�A?o, todas as ferramentas necessA?rias para operaA�A?o e gestA?o de processos, permitindo ganhos de produtividade, aumento do nA�vel dos serviA�os, melhorias contA�nuas e reduA�A?o de custos.


AlA�m disso, a Astrein tambA�m tem forte atuaA�A?o no mercado de soluA�A�es de padronizaA�A?o tA�cnica das descriA�A�es de materiais, serviA�os, fornecedores, clientes e classificaA�A?o fiscal de itens (NCM e IPI%), dispA�e de serviA�os relacionados a fim de viabilizar a completa adequaA�A?o dos cadastros para atender as iniciativas como unificaA�A?o de cadastros para implantaA�A?o de ERPs, e-Procurement, Strategic Sourcing, Spend Analysis, alA�m das adequaA�A�es necessA?rias para atender A�s exigA?ncias do SPED (Sistema PA?blico de EscrituraA�A?o Digital) e Nota fiscal eletrA?nica (NFe).


A Astrein atende empresas de grande e mA�dio porte e conta com mais de 400 clientes.


Fonte: http://www.mercadocomum.com/site/artigo/detalhar/crescimento-em-baixa-otimismo-em-alta